sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

VIA LÁCTEA






Ora ( direis ) ouvir estrelas!
Certo, perdeste o senso!
E eu vos direi, no entanto
Que, para ouví-las,
muitas vezes desperto
E abro as janelas, pálido de espanto


E conversamos toda a noite,
enquanto a Via-Láctea, como um pálio aberto,
Cintila.
E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.


Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas?
Que sentido tem o que dizem,
quando estão contigo? "


E eu vos direi:
"Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e e de entender estrelas

Olavo Bilac ( 1865- 1918)

6 comentários:

Eduardo Miguel Pardo disse...

Nas palavras de Olavo Bilac um pouco tuas em teu blog faço um parelelo com o meu próprio viver e se permitir um pouco também em outras de outras palavras tão iguais e ainda assim sendo tão diferentes, cada vida é única!
Nereida deixo meu grande abraço.

Irene Moreira disse...

Nereida Obrigado pela suas visitas que sempre me deixam feliz e emocionada com as palavras que me escrves. Muito lindo e como só temos amor para dar como entendemos e ouvimos as estrelas amiga. Como amava Olavo Bilac. Beijos e um bom domingo

Priscila Almeida disse...

Olá querida,nossa, muito bacana esta reflexão, seu blog é lindo. Já me tornei seguidora!! Beijos!!

wallper.lima disse...

Olá Nereida, tudo bem com vc? Acabei de pegar o meu selinho, obrigada...
Achei lindo o poema de Olavo Bilac, e realmente quando existe amor há conexão.
Bjocas.
Wal.

...MEU UNIVERSO DE FELICIDADE disse...

que espaço lindo..!!
obrigada por me visitar, tenha uma semana feliz e na paz...

Vivian Pereira disse...

O Amor é tudo na vida, se existe amor, existe todos os outros sentimentos juntos...

Amiga, obrigada pelo selinho!!!! e pelo coments no meu blog!!!!!

Uma ótima semana pra ti!!!!

Bjossss

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails