segunda-feira, 19 de abril de 2010

O que tinha de ser


Porque foste na vida
A última esperança
Encontrar-te me fez criança
Porque já eras meu
Sem eu saber sequer
Porque és o meu homem
E eu tua mulher

Porque tu me chegaste
Sem me dizer que vinhas
E tuas mãos foram minhas com calma
Porque foste em minh'alma
Como um amanhecer
Porque foste o que tinha de ser



(Vinicius de Moraes)

Um comentário:

Julio Cesar disse...

Nereida...tudo bem?
que poesia linda...
meiga, suave...doce como um romance despretencioso...apenas vivido pelo amor.
bj
julio

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails