sexta-feira, 20 de novembro de 2009

SONETO DA SEPARAÇÃO



De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.


De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez o drama.


De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente
Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.


(  Vinícius de Morais, Antologia Poética)

10 comentários:

{♥Åññä Lµí§ä♥}_L€ØNARÐØ disse...

Bom Diaaaaaaa!
Palavras Soltas tem um selinho especial para você...selo Flor da Bondade espero que goste!

Um excelente FdS para você
beijoss fica com Deus!

Lisa Nunes disse...

Nereida querida
Lindo Vinícios aqui,
(quase trágico)quando olhamos a foto. "De repente, não mais que de repente.." nos faz pensar.
Boa semana pra você.bjos

Luma D. disse...

Oi, Nereida.
Lindo soneto... Nos faz refletir como 'de repente' tudo pode mudar - para pior, ou melhor.

Que bom que gostou do visual natalino no blog.

Beijos, ótima semana.

Luma D. disse...

Agora que vi o aviso, espero que tenha conseguido solucionar o problema.

Beijos

Ah, parabéns por fazer parte do top blogs.

Silvana Nunes .'. disse...

Salve !
Estou por aqui dando uma espiada.
Muito obrigada por sua visita e por palavras tão carinhosas para com o meu trabalho.Seus comentários sempre colorem o meu espaço e enchem o meu coração de alegria.
Volte mais vezes, FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... terá sempre uma história para contar.
Saudações florestais
http://www.silnunesprof.blogspot.com

Silvana Nunes .'. disse...

Salve !
Estou por aqui dando uma espiada.
Muito obrigada por sua visita e por palavras tão carinhosas para com o meu trabalho.Seus comentários sempre colorem o meu espaço e enchem o meu coração de alegria.
Volte mais vezes, FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... terá sempre uma história para contar.
Saudações florestais
http://www.silnunesprof.blogspot.com

Michelle Teixeira disse...

Continue acompanhando OS CONTOS DE UMA PASSAGEIRA DE UM MUNDO CORRIDO!!! Aguardo sua visita!Beijus

Irene Moreira disse...

Como me encanta Vinícius com essa forma poética de brincar com a rima em seus versos e que saudades de ouvir sua voz declamando da forma única como o fazia. Beijos

nereida disse...

Eu também sinto muitas saudades de ver e ouvir vinícius...
Eu tive a oportunidade de assistir,a pelo menos, 2 shows maravilhosos dele com Toquinho e Maria Creuza!

Tathy disse...

Ai...que invejinha hahaha

Eu, infelizmente nunca pude ver e ouvir pessoalmente o Vinícius, mas o amo com todas as células do meu coraçãozinho. Suas poesias, crônicas e contos povoaram meus dias.

Querida, passei por aqui para te deixar um presentinho, um selinho que fiz para homenagear as pessoas e blogs que eu adoro. Ainda não é nada muito expetacular, pois estou aprendendo, mas... acho que vale a intanção, né?
Aí está:
http://img69.imageshack.us/img69/70/selobloggif.gif

Grandes beijos

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails